Impressão do LivroTermos de publicação

Livro de bolso, capa dura ou e-book – Qual é o mais indicado para ti?

Livro de bolso vs capa dura vs ebook: Decide o formato do teu livro

Mesmo que não estejas nem remotamente interessado em livros (o que supomos que estejas, considerando que estás num site de autopublicação), provavelmente estás familiarizado com estes três termos e o que eles significam. Livro de bolso, capa dura e ebooks são, de longe, os formatos de livros mais comuns no mundo editorial atual. Como tal, tornamos a nossa missão tornar todos estes formatos disponíveis para ti como autor autopublicado com o mínimo de aborrecimento. Portanto, a menos que estejas a procurar ter o teu trabalho publicado como um pergaminho, nós temos o que precisas.

Não só podes selecionar o formato em que o teu livro será publicado, mas também podes ajustar os detalhes de produção como o tipo de papel, acabamento da capa e tamanho da capa. Neste artigo, vamos falar sobre estes três formatos de livro, a fim de te dar a percepção necessária para tomar uma decisão informada sobre o formato do teu livro. Como os ebooks e as capas duras estão em dois lados opostos do espectro de formatação do livro, discutiremos cada um deles em relação ao meio-termo: o livro de bolso.

Que tipos de livros posso publicar?

Como provavelmente percebeste, todos os três formatos de livros estão disponíveis para ti na plataforma Bookmundo: livro de bolso, capa dura e ebook. Estes formatos são todos bastante auto-explicativos, sendo a capa dura a mais cara de produzir, e o ebook o mais barato; algo que vale a pena ter em mente quando calculares o teu preço de venda.

Poderás escolher o formato de tua preferência ao iniciar o processo de criação do livro. As duas primeiras opções também estão disponíveis numa variedade de tamanhos e configurações diferentes. Podes clicar aqui para ter uma visão geral das mesmas.

Livro de bolso vs Capa Dura

Tipo de Papel

Existem três tipos de papel que podem ser usados para fazer capas duras e livros de bolso. O tipo de papel que escolheres também afeta o número mínimo de páginas que o teu manuscrito precisa ter para ser impresso. Consulta a lista abaixo se precisares de algumas dicas:

  • Papel cremoso (90 gramas): Recomendado para os romances. Requer que o manuscrito tenha pelo menos 26 páginas (49 para livros de capa dura).
  • Papel branco (80 gramas): Recomendado para livros de não-ficção e livros de texto. Requer que o manuscrito tenha pelo menos 40 páginas (79 para livros de capa dura).
  • Papel branco semi-brilhante (115 gramas): Recomendado para livros fotográficos e títulos de não-ficção com ilustrações. Requer que o manuscrito tenha pelo menos 43 páginas (98 para livros de capa dura).

Preço de venda

Em média, o preço de venda de um livro de capa dura é de 5€ a 10€ mais alto do que o de um livro de bolso. Isto deve-se ao fato de que imprimir e encadernar um livro de capa dura é mais caro do que um livro de bolso do mesmo tamanho. É necessário mais material e um tipo especial de impressora para fixar o desenho da capa ao papel que compõe uma capa de livro dura. Este processo também leva mais tempo do que a impressão de um livro de bolso. Com isto em mente, vale a pena pensar no preço final de venda do teu livro, pois terá um efeito nos teus lucros. Não só os custos de produção mais elevados exigirão que vendas o teu livro a um preço mais elevado, mas este preço mais elevado terá, naturalmente, um impacto na vontade de comprar o teu livro de potenciais leitores. Lê o nosso artigo no blog sobre estratégias de preço de livros se quiseres mais dicas sobre como fixar o preço efetivo do teu livro.

Durabilidade

Naturalmente, um livro de bolso é menos duradouro e tende a ficar danificado muito mais rapidamente do que um livro de capa dura. Isto é, em parte, porque os livros de bolso tendem a ser muito mais arrastados, enquanto que os livros de capa dura são mais usados para leitura em casa e como decoração para a estante devido ao seu tamanho, peso e estética. No entanto, os livros de bolso são o formato de livro mais popular, como se pode ver claramente na maioria das livrarias. A combinação de um preço mais baixo com um tamanho prático torna-o mais apelativo para a maioria dos leitores.

Livro de bolso vs ebook

Os ebooks são uma alternativa aos livros impressos tradicionais que têm vindo a crescer em popularidade desde 2006. Grande parte da sua popularidade pode ser atribuída às vantagens que os ebooks têm sobre os seus equivalentes impressos:

  1. São baratos de produzir, por isso são mais baratos de comprar – não envolvem custos de impressão ou de envio.
  2. A capacidade de mudar os tipos e tamanhos das fontes permite que adaptes tua experiência de leitura, e as funções de busca permitem que navegues facilmente pelo livro. Em resumo: muito fácil de usar.
  3. Os livros digitais são normalmente armazenados e lidos em leitores eletrónicos, que são compactos, leves e extremamente portáteis. Além disso, os e-readers permitem que mantenhas todos os teus livros num só lugar, assim não terás que tomar decisões difíceis sobre que livro levar contigo para algum lugar.

Como autor autopublicado, os recursos listados acima tornam os ebooks uma ótima maneira de maximizar a tua exposição. Por exemplo, o fato de não haver investimento monetário necessário significa que os ebooks podem ser usados de forma muito eficaz como ferramentas de marketing. Cópias de análises literárias, excertos promocionais e ofertas gratuitas são algumas das formas que poderias usar a incomparável facilidade de distribuição dos ebooks para espalhar a palavra. Se estiveres interessado em aprender mais sobre esses métodos de marketing, deves dar uma vista de olhos na nossa página “Como Promover o Teu Livro”.

Se estás interessado em aprender mais sobre como fazer ebooks, recomendamos dar uma vista de olhos na nossa página “Como publicar um ebook”, onde realmente entramos a fundo na criação de e-books. A página que cobre desde a história do ebook até aos vários formatos de ficheiro que os e-readers utilizam e como os podes fazer sozinho.

Porquê escolher apenas um?

Não importa quantos artigos do estilo “livro de bolso versus capa dura” lês (e há muitos por aí), a conclusão geralmente será a mesma: ambos têm suas vantagens e desvantagens. Mas o que estamos aqui para te dizer é que há muito pouco que te impeça de simplesmente publicar o teu livro em mais do que um formato. Afinal, se podes ter o teu bolo e comê-lo, por que não o farias?

Na Bookmundo, por exemplo, podes facilmente publicar o teu livro em diferentes formatos, sem custo extra. Quer queiras fazer uma versão ebook do teu livro, ou simplesmente disponibilizar o teu trabalho em todos os formatos possíveis, tudo p que tens que fazer é um upload do teu manuscrito e preencher algumas informações. Se for um ebook, a nossa plataforma converterá automaticamente o teu ficheiro do Word para um ePUB.

O único aviso é que cada versão do teu livro (o livro de bolso, a capa dura e o ebook), precisará do teu próprio ISBN, caso desejes vendê-lo através de terceiros como Amazon ou Fnac. Um ISBN vai te custar €12.75, então cabe a ti decidir se vale ou não a pena o investimento. Tem em mente que podes sempre voltar e comprar um ISBN para o teu livro publicado mais tarde, para que não tenhas de decidir imediatamente.

Travaste no processo? Avisa-nos!

Aqui tens. Já conheces o bom, já conheces o mau – agora és tu como autor que decide que formatos funcionam melhor para o teu livro em particular. Os livros de bolso são baratos, práticas e têm boas margens de lucro. As capas duras são mais caras, mas dão uma certa legitimidade e reputação ao livro e ficam muito bem na prateleira do leitor. Os ebooks são mais baratos que os livros de bolso, mas têm um maior alcance – e a quantidade é uma qualidade própria.

Basta lembrar que não importa se decides optar por uma única versão, ou por todas as três, estamos aqui para te ajudar a realizar o teu objetivo de te tornares um autor publicado. Portanto, se tiveres dúvidas, sugerimos que nos envies um e-mail para info@bookmundo.pt!

Menu