Escrevendo um livroPublicação

O que são leitores beta? Aprende o que fazem e como são importantes

Se já realizaste algum tipo de pesquisa sobre o que fazer antes de publicar os teus livros, provavelmente já te deparaste com o termo leitores beta pelo menos uma vez. Entendemos que o termo em si e a funcionalidade dos leitores beta no teu processo de publicação podem não ser muito claros, e por isso decidimos que seria uma boa ideia esclarecer como estas pessoas podem ser importantes para o teu livro e como encontrá-las também.

O que são leitores beta e como podem ajudar-te?

Nós, da Bookmundo, acreditamos na importância de se ter múltiplos pares de olhos a percorrer o teu livro antes de publicá-lo, já que olhar para o manuscrito com uma nova perspetiva e sem conhecimento do que está prestes a ler certamente facilitará a localização de buracos de enredo, erros gramaticais ou de dactilografia, e outros tipos de discrepâncias.

Com isso em mente, há diferentes passos que podes tomar para que outras pessoas dêem uma olhada no teu manuscrito. Em primeiro lugar, um leitor beta é alguém que vai ler o teu manuscrito acabado quando tu, o(a) autor(a), sentir que terminaste com a auto-edição. Há um conjunto de coisas diferentes que podes pedir ao teu leitor beta, e claro que eles têm o direito de aceitá-las ou não. Se o teu leitor beta recusar-se a cumprir um ou mais destes, podes sempre procurar um outro par de olhos para complementar os serviços – lembra-te que estas pessoas provavelmente te estão a fazer um favor (a menos que estejas a pagar-lhes, mas falaremos mais sobre isso depois), e não seria legal exigires coisas que não se sentem confortáveis a fazer.

Com isto em mente, aqui está uma pequena lista de algumas das coisas possíveis que os leitores beta podem ajudar-te com:

  • Enredo geral da história: se o ritmo é apropriado, se o clímax foi satisfatório para ler, entre outras coisas similares;
  • Caracterização: podem dizer-te o que pensam das tuas personagens, quer tenham sido escritas bem e consistentemente, etc;
  • Se havia alguma parte no livro que eles encontraram-se pulando;
  • Quer tenham encontrado algum erro gramatical ou ortográfico.

Com isto, o leitor beta irá fornecer-te uma perspetiva de um leitor sobre o teu manuscrito em forma de crítica construtiva – ao menos é o que esperamos (mais sobre isso mais tarde). Provavelmente terão comentários e sugestões, o que é muito bom! Os leitores beta devem dizer-te como os leitores perceberiam o teu manuscrito e lançarão luz sobre o que podes melhorar nele. Tu, como escritor(a), deves levar estas sugestões a peito e usá-las para fortalecer a tua história.

Qual é a diferença entre leitores beta e editores?

Idealmente, antes de publicares o teu livro, estarás a passar por muitas sessões de edição diferentes para afiares a tua narrativa e outros aspectos do teu manuscrito. Para que isso seja feito de forma eficiente, nós, da Bookmundo, sugerimos alguns passos diferentes a tomar:

  1. Em primeiro lugar, tu, o(a) autor(a), relerás o teu manuscrito (provavelmente muitas vezes) e auto-editará;
  2. Quando sentires que já acabaste com isso, é a hora para os leitores beta lerem e te darem a sua visão;
  3. Depois de receberes o seu feedback, podes voltar a trabalhar no manuscrito e aplicar alterações naquilo com que concordas;
  4. Em seguida, podes submeter o teu manuscrito a um editor profissional;
  5. Após isso, podes terminar o teu manuscrito e autopublicar o teu livro ou enviá-lo para uma editora tradicional.

Também gostaríamos de dizer que estes 5 passos podem não ser tão simples. Tens total liberdade para enviar o teu manuscrito para leitores beta várias vezes até te sentires pronto(a) para enviá-lo a um editor profissional. És o(a) chefe da tua própria história!

Como podes encontrá-los?

Podes sempre pedir aos teus amigos e à tua família para serem leitores beta, mas isso nem sempre é bom. Às vezes, as pessoas de quem somos pessoalmente próximos podem ou não se sentir confortáveis a dar-nos opiniões honestas com medo de nos ofender, ou podem ser o oposto extremo e fornecer críticas mais prejudiciais do que qualquer coisa útil. Antes de pedir a amigos e familiares que sirvam de leitores beta para ti, sugerimos que reflita sobre se eles seriam capazes de ajudar-te adequadamente com isso.

Se pensaste bem nisto e decidiu que seria melhor procurar leitores beta em outro lugar, aqui está uma lista de lugares onde podes encontrá-los. Infelizmente, os leitores beta ainda não são muito populares em Portugal, o que significa que o nicho ainda é bastante limitado. Ainda assim, terás a oportunidade de encontrar parcerias valiosas através destes canais:

  • Beta readers de Portugal: Uma comunidade online que pretende reunir autores e leitores que queiram ajudar sendo leitores beta do seu trabalho;
  • Sociedade Escritores Portugueses: Um blog criado por Patrícia Morais com o objetivo de criar uma rede de escritores e bloggers que trabalhem em conjunto, quer no marketing e divulgação de livros, quer como prestação de serviços de leitores beta;
  • Clube dos Betas: Um blog bem organizado que combina escritores com leitores beta disponíveis, definitivamente merece uma visita;
  • Também sugerimos que procures leitores beta nas comunidades de escrita online, seja no Facebook, seja no Reddit, ou em outras plataformas.

Como trabalhar com leitores beta

Há certos passos que deves tomar quando se trabalha com betas – sejam eles pessoas que conheces pessoalmente e que são próximas, ou não. É importante estabelecer limites e barreiras profissionais, especialmente se o teu leitor beta for um amigo ou membro da família. Neste caso com linhas desfocadas, pode ser fácil para eles não levarem a tarefa a sério ou abrandarem os deveres que tinham concordado em fazer, uma vez que podem acreditar que lhes vais dar alguma folga.

Para evitar estas situações, aqui vai uma lista de algumas coisas para discutir e concordar com os teus leitores beta antes que o manuscrito seja partilhado com eles:

  • Estabelece prazos: mesmo que o leitor beta te esteja a ajudar como um favor, é importante que saibam a data em que preferes receber o seu feedback. Claro que esta data pode ser discutida entre todas as pessoas envolvidas, e também podes ser flexível, mas ainda é importante estabelecer isso para que o tempo não escape do teu controle.
  • Certifica-te de discutir o que gostarias que os teus leitores beta te dessem de feedback e certifica-te de obter o seu consentimento também;
  • Certifica-te que eles sabem que podem ser honestos contigo, e que esperas críticas construtivas deles.

Deves pagá-los?

Os leitores beta não costumam ser pagos pelos seus serviços. Claro que isto não é uma regra e podes pagá-los se te sentires inclinado a fazê-lo. Basta teres em atenção que estás completamente dentro do teu direito recusar os serviços de um leitor beta que está a exigir ser pago – eles não estão editando o teu manuscrito profissionalmente.

Após ter dito isso, seria um gesto simpático agradeceres aos teus leitores beta com cópias gratuitas do teu livro quando este for publicado. Podes até autografá-lo! Além disso, podes sempre mencionar os seus nomes na sessão de “Reconhecimento” do teu livro. Estamos certos de que apreciariam o gesto.

Quando não trabalhar com leitores beta?

Existem alguns casos em que obter uma visão de leitores beta pode revelar-se mais prejudicial do que útil. Por exemplo, se estiveres a escrever um livro de não-ficção sobre um assunto específico, obter a opinião de alguém que não possui o conhecimento necessário para entender corretamente o livro não seria muito produtivo.

Nessa mesma forma, se estás a escrever um livro de ficção de um determinado tempo histórico e não és historiador(a), provavelmente seria melhor procurares informações de alguém que tenha o conhecimento para verificar se estás a ser exato(a) nas tuas representações ou não. Claro que, neste caso, podes sempre pedir ajuda a um leitor beta depois de certificar-te de que a tua precisão histórica está correta, mas tem em mente este passo extra (isto também se aplica a muitos outros géneros, como a ficção científica, por exemplo).

É tudo por hoje

Esperamos que este artigo tenha sido útil para ti! Nós, da Bookmundo, acreditamos que os leitores beta são extremamente valiosos para quem espera publicar um livro próprio, e gostaríamos que este nicho se espalhasse mais em Portugal.

Se estás a planear escrever um livro, certifica-te de consultar os nossos artigos sobre como escrever um bom manuscrito no Word. Se já estás a planear publicar o teu livro (esperemos que, connosco!), os nossos artigos sobre como criar uma capa para o teu livro gratuitamente no Canva, boas dicas sobre como vender o teu livro e como conduzir uma campanha de marketing bem-sucedida para o teu livro nas redes sociais podem ser-te úteis! Certifica-te de verificar o nosso site para todas as publicações de blog que temos.

Adoraríamos ouvir os teus pensamentos sobre os leitores beta também! Se quiseres, por favor, deixa-nos um comentário. E se quiseres entrar em contacto connosco, não hesita em nos contactar.

Menu